PESQUISE NO BLOG

 

quarta-feira, 26 de junho de 2019

MORRE EMPRESÁRIO BALEADO POR "IURI SHEIK" EM SANTO ANTÔNIO DE JESUS

Medina

O empresário Willian Oliveira, o "Will", morreu nesta quarta-feira (26/6). Ele estava internado no Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus após ser baleado pelo empresário Iuri Abraão, conhecido como "Iuri Sheik". A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da unidade de saúde, que não deu detalhes sobre a morte. Também não há informações sobre o horário e local de sepultamento de Roque. 

CRIME
Tudo aconteceu na noite do último domingo (24/6) durante uma festa de "paredão". A Secretaria da Segurança Pública (SSP) se limita a informar que a investigação está sendo realizada pela 4ª Coordenadoria de Polícia Civil do Interior. Na oportunidade, chegou-se a especular que Iuri estaria em Santo Antônio de Jesus a pedido do prefeito, Rogério Andrade, o que foi desmentido pela assessoria de imprensa da administração municipal. O suspeito, que tem mandado de prisão em aberto e está foragido, usou as redes sociais para se explicar. "Toda versão existe dois lados. Logo mais vou me apresentar e contar o que realmente aconteceu", escreveu ele na postagem. 

FONTE: ARATU ONLINE

CASAL É PRESO COM 15KG DE MACONHA NA ESTRADA DO COCO

Medina

Um casal foi preso em flagrante com 15 quilos de maconha na BA-099 (Estrada do Coco), em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador. De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual, Lucas de Araújo Bispo Xavier e Ágata Alejandra Gil Castello foram abordados na manhã desta quarta-feira (26/6). Os policiais contaram que faziam uma blitz de rotina quando resolveram parar um veículo com placa de Minas Gerais. Durante as buscas, a maconha foi localizada. O material estava dividido em grandes tabletes que estavam escondidos no porta-malas do automóvel, modelo Ônix. Lucas e Ágata confessaram que saíram de Juazeiro, no norte da Bahia, mas não informaram o destino. O material e o casal foram levados para a 26ª Delegacia Territorial (DT/Abrantes).

FONTE: ASCOM/PRE

CAMINHONEIRO DESAPARECE E FAMÍLIA SUSPEITA DE ASSALTO

Medina

Familiares e amigos do caminhoneiro Antônio Roberto Ribeiro Aguiar, de 64 anos, conhecido como “Nequinha”, estão, há uma semana, à sua procura. Segundo sua filha, Stephanie Maria Araújo Aguiar, ele desapareceu no dia 19 de junho, quando saiu com seu caminhão, por volta das 18h, do município de Luís Eduardo Magalhães com destino ao Porto de Aratu, em Salvador. De acordo com o caminhoneiro Rogério Rebouças, um amigo do desaparecido, dois dias após o início da viagem, o patrão de "Nequinha" verificou, através do rastreamento eletrônico, que o veículo estava sendo conduzido fora da rota. A situação causou estranhamento e a polícia foi acionada. Ao tentar interceptar o caminhão, teria sido recebida a tiros.
"Ele tinha saído da rota passando por Inhambupe, Tobias Barreto, foi até Itabaiana e voltou a Jeremoabo. Aí a policia entrou em ação, tentou parar o veículo e houve troca de tiros, estourando os pneus do caminhão. Os suspeitos entraram na mata e até o presente momento não há informações sobre eles e 'Nequinha'", relatou Rogério. Ainda de acordo com o amigo do caminhoneiro, antes de sair da rota, o rastreamento registrou, no início da viagem [uma quarta-feira], que ele passou pelo município de Barreiras, onde abasteceu o caminhão. Os parentes contam, ainda, que há registros de que Nequinha teria passado por Ibotirama na madrugada. 
"Durante a quinta-feira, houve restrição à circulação de caminhões na estrada por onde Antônio passaria. A última informação que ele passou para a família foi a de que estava em Seabra, por volta do meio dia", disse o amigo. Ainda segundo relatos, baseados na monitoração, por volta das 20h30, o caminhão chegou em Itaberaba, parou no posto Paraguaçu, onde ultrapassou sem pagar, por volta das 22h, o pedágio de Rafael Jambeiro, e passou por Feira de Santana, seguindo à região de Mucugê. O caso do desaparecimento foi registrado por familiares de Antônio Ribeiro na Delegacia de Caetité, a 636 km de Salvador, município onde o caminhoneiro mora. Até o momento não há informações sobre o seu paradeiro.

FONTE: ARATU ONLINE