PESQUISE NO BLOG

 

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

ACUSADO DE MATAR CRIANÇA DE 8 ANOS EM EUNÁPOLIS É EXECUTADO COM MAIS DE 20 TIROS


Suspeito de matar uma criança de oito anos em Eunápolis há pouco mais de uma semana, João Vítor Fonseca Cardim, 20 anos, o JV, foi assassinado por volta das 2h da madrugada desta segunda-feira (14), na região do bairro Paquetá, zona norte. Cerca de oito homens encapuzados invadiram a casa onde ele estava escondido, nas imediações da Vila Olímpica. Segundo a sogra, que é dona do imóvel, o grupo retirou João Vítor do local e o executou em via pública, com cerca de 20 disparos. Na tarde de domingo (13), a Polícia Civil já havia divulgado imagens de câmeras de segurança que mostram João Vítor perto do bar onde ocorreu a morte da criança. No vídeo, é possível ver o suspeito sentado em um canteiro na Avenida Dom Pedro II, no centro da cidade, tomando uma latinha de cerveja.

Logo em seguida, o suspeito desce a ladeira até o local do assassinato, na Feira do Bueiro. Não há imagens do momento dos disparos. Depois, aparecem pessoas correndo. João Vítor passa também fugindo, segurando uma arma na cintura. Desde então, ele passou a ser procurado pela polícia. De acordo com as investigações, depoimentos de testemunhas reforçaram a suspeita. Para a policia, o acusado queria matar Iago França dos Anjos, 24 anos, a mando de traficantes, em face de dívida de droga. Iago foi baleado, mas sobreviveu. No entanto, um único disparo também acertou o sobrinho dele, Joelson Neto França, que morreu no local. Possivelmente, diz a polícia, os autores da morte de João Vítor podem ser membros de uma facção criminosa, da qual o mesmo faria parte. "Informações dão conta de que o autor do crime chegou a acompanhar o velório da criança à distância", afirmou o delegado Moisés Damasceno. João Vitor morava no Parque Residencial Paquetá e não respondia a processos criminais.

FONTE: RADAR64

Nenhum comentário:

Postar um comentário